h1

Entre altos e baixos

março 10, 2010
 
 
 

Arquivo Placar

Serginho e Mauro Silva, campeão mundial em 94, no Camarote Placar no estádio do Morumbi

No bloquinho de anotações: o gravador fica desligado um tempo, Serginho tira o sapato e sobe na cadeira pra pegar a pesquisa que se encontra na última prateleira, longe do alcance das mãos. É uma pesquisa que mostra o público consumidor de Placar. O barulho de folhas virando. E ele comenta: quero achar uma pesquisa quantitativa, discussões de grupo. Serginho sobe novamente na cadeira, descalço, e volta a procurar. A redação de Placar está movimentada, o rádio ligado na Jovem Pan AM, que transmite as manchetes do dia. Novamente barulho de folhas virando. Pronto, achou:  “Quantitativa, Datafolha. Isso aqui é bom, viu. 1,5 mil entrevistas, sendo 600 com assinantes e 900 com compradores em banca”.

O ano é 2004 e Placar ainda vivia na corda bamba. A última ameaça de fechamento, mais séria do que nunca, acontecera há pouco, em janeiro de 2002, meses antes da Copa do Mundo no Oriente. Mas aí o Brasil venceu e Placar se sustentou. Em 2003, Placar continou e a venda aumentou. No ano seguinte, veio essa pesquisa e Placar se achou. “A partir de 2004 descobrimos que Placar é mais que uma revista, é uma marca”, cravou Sérgio Xavier Filho, ou Serginho como preferir, na sua recente análise sobre a vida da revista que comanda atualmente, junto com a Runner’s World.

Serginho está a frente da Placar desde 1999, mas seu começo na revista foi em 1995 (é dele a reportagem de estreia da Placarzona “O animal precisa de carinho”).

Mais do que ninguém, ele conviveu com os altos e os baixos de Placar. Talvez mais baixos do que altos, pra dizer a verdade.

E usou toda a paixão pela revista, que o acompanha desde os tempos de leitor em Porto Alegre, para manter a revista respirando. Nem que fosse com a ajuda de aparelhos, como em 2002.

Agora o momento é outro. Placar é revista, jornal, site (www.placar.com.br), camarote, Casa na Copa e muitos especiais: DVDs, guias etc.

Esta é a Placar, ou melhor, MultiPlacar, do Serginho, que para manter a forma está escrevendo um livro sobre as emocionantes histórias de superação na corrida e no mundo esportivo.

A ideia veio da Runner’s, mas não estranhe se a saúde de Placar tenha servido de inspiração.

One comment

  1. legal o blog. só uma dica. texto pra internet é alinhado à esquerda, e não justificado.

    abraço



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: