Archive for the ‘Michel Laurence’ Category

h1

Baú do Raul

março 15, 2010

Raul Corrêa da Silva parece ter sido pintado em preto e branco.

Corinthiano até a alma, ele foi um dos primeiros Gaviões da Fiel. E um dos fundadores da Camisa 12.

As torcidas organizadas não eram o que são hoje, certamente. Porque antes elas eram mais preocupadas em agitar suas bandeiras e empurrar seu time para a frente, ao invés de convocar à guerra.

Mas voltamos ao Raul, assíduo e participante leitor de Placar. Nesta carta redigida à redação da revista, ele destaca a série de denúncias feitas pelos jornalistas Michel Laurence e José Maria de Aquino à gestão do presidente Wadi Helu. Essas reportagens sobre a gestão no Corinthians ajudou a Editora Abril a não levar adiante seu plano de fechar Placar após a Copa do Mundo de 1970.Arquivo Raul Corrêa da Silva

A alguns dias dos seus 40 anos, aqui está a lembrança de uma revista que nasceu para fazer o bem ao futebol e ao esporte brasileiro. Seja para denunciar os desmandos, seja para falar dos encantos.

E o torcedor de arquibancada Raul hoje stá na diretoria financeira do Corinthians. É um dos responsáveis pela reorganização das finanças do clube de Parque São Jorge. Se ainda não está perfeito, ele está fazendo contas para chegar lá.

Anúncios
h1

Primeirão

março 5, 2010

Arquivo Placar

Michel Laurence é daqueles sujeitos que cativam quem está por perto, com histórias incríveis sobre o esporte brasileiro. Sem exagero, ele é referência no jornalismo esportivo brasileiro.

Michel foi o primeiro repórter contratado de Placar em 1969, alguns meses antes da primeira edição desembarcar nas bancas em 20 de março de 1970. Vinha com um currículo recheado de bons serviços prestados ao esporte e um prêmio Esso. Em Placar, criou a Bola de Prata e, por isso, varou muitas madrugadas de domingo para segunda-feira atualizando a mão as notas de todos os jogadores enviadas pelas sucursais da revista Brasil afora. Um trabalhão, mas que era recompensado pela satisfação de ver na terça-feira o ranking prontinho e atualizado na edição em banca. Além disso tudo, foi o criador do Globo Esporte e do Esporte Espetacular, na TV Globo. E, sim, é pai do repórter Bruno Laurence.

Nós o entrevistamos no apartamento dele em Higienópolis, bairro da zona Oeste de São Paulo (ainda tá lá, Michel?). Na sala não tinham muitos quadros ou apetrechos, mas um detalhe chamou muito a atenção. A Bola de Prata, praticamente solitária mas muito reluzente, homenagem que ele havia recebido da redação de Placar alguns anos antes.

Como primeirão de Placar, Michel merece toda a reverência. Aliás, por isso e por tudo o que fez. Quem já o conhece, pode visitá-lo no http://colunistas.ig.com.br/jogoquaseperfeito. E quem nunca leu um texto dele, não sabe o que está perdendo.